MOÇAMBOLA

nacall.jpg

Em Nacala-Porto, o Desportivo local averba a sua primeira derrota em casa diante do ENH de Vilankulos por zero a um.
Com este resultado a equipa “canarinha” de Nacala desce um degrau na classificação, estando agora no décimo primeiro lugar da tabela

 

 

Maxaquene.jpg

Dois golos na ponta final da primeira parte, garantiram a vitória do Ferroviario da Beira sobre Maxaquene.
Os tricolores deixaram a liderança do Moçambola, estando agora a tres pontos do novo comandante, o Costa do Sol e o Ferroviário da Beira pulou do nono para o oitavo lugar na tabela classificativa.

O MAXAQUENE tem uma deslocação de risco ao “caldeirão” do Chiveve, onde o Ferroviário da Beira, na zona de risco, o aguarda, no domingo, para uma mais uma batalha que pode culminar com o seu afastamento da liderança já ameaçada pelo Costa do Sol, com o qual está empatado a pontos (28).

MAXAQUE

O jogo está inserido na 16.ª sexta jornada, ao fim da qual as duas formações registaram empates frente aos Ferroviários de Maputo e de Quelimane.

A ida dos “tricolores” à Beira pode mudar o rumo dos acontecimentos no pódio, onde a dupla da frente está sob encalço do Ferroviário de Nacala, a uma vitória do seu alcance. Como se pode depreender, o Maxaquene não pode vacilar na Beira sob pena de ceder a liderança ao Costa do Sol, que recebe, no seu reduto, o frágil Ferroviário de Quelimane, “lanterna vermelha” do certame. Muito moralizados com os resultados dos últimos jogos e que lhes catapultaram para o topo da tabela, os “canarinhos” preparam o golpe ao “mestre”.

O Ferroviário de Nacala, que tem vindo a surpreender aos menos atentos, desloca-se a Maputo ao encontro do seu homónimo da capital e que tem neste embate a possibilidade de assaltar o precioso terceiro lugar, curiosamente nas “mãos” dos “locomotivas” daquela cidade portuária. O Ferroviário de Maputo está a dois pontos dos nacalenses, e este é motivo suficiente para antever um jogo bastante renhido e com um prognóstico imprevisível.

Porém, o Ferroviário de Maputo tem estado a portar-se bem em casa, para além de que está igualmente moralizado pelos resultados conseguidos nos últimos dias.

Com as mesmas aspirações, ou seja, possibilidades de assaltar a terceira posição, está a Liga Desportiva de Maputo, que soma os mesmos pontos que os “locomotivas” da capital. Mas, a campeã nacional tem uma missão espinhosa na sua deslocação ao reduto do HCB, que luta para sair da zona de risco. Os tetenses registam um mau campeonato, estando neste momento sobre a linha de água. Sendo assim, poderão oferecer uma forte resistência perante uma Liga ferida pelos resultados menos proveitosos conseguidos nas últimas jornadas, sobretudo porque jogam em casa.

O Ferroviário de Nampula, que luta para sair da zona intermediária à busca de mais conforto, entanto que vice-campeão, defronta o sensacional 1.º de Maio de Quelimane, equipa que tem sido difícil de superar e também com as mesmas ambições. Que o digam alguns “colossos” dessa prova. O 1.º de Maio de Quelimane, que se estreou este ano na competição, ocupa a sexta posição à frente do seu adversário desta ronda.

Enquanto isso, o Desportivo de Nacala recebe a ENH de Vilankulo, ambos lutando pela melhoria da sua situação na tabela classificativa. Na zona de risco, os nacalenses não estão a conseguir fazer o melhor, e de jornada em jornada vão piorando de classificação. Por seu turno, a ENH vai à busca de conforto, já que está um pouco distante da zona de pressão.

Entretanto, a jornada abre amanhã com o Desportivo de Maputo a receber o Chibuto, no Estádio Nacional do Zimpeto. As duas formações estão mergulhadas na cauda, donde não conseguem se escapulir. Os “alvi-negros” e gazenses registam também o pior campeonato, pelo que teremos neste jogo o duelo de aflitos.

costa_do_sol.jpg

Ferroviário de Nampula, perde por duas bolas sem resposta, diante do Costa de Sol, em partida inserida na décima quinta jornada do Moçambola.
O Treinador do Ferroviário de Nampula, Rogério Gonçalves, diz que a derrota que recebeu foi por falta de atenção da equipa.

primeiroo.jpg

Primeiro de Maio de Quelimane mantém viva a esperança de manutenção no Moçambola 2015,após empatar em casa com o Futebol Clube de Chibuto.
A partida contava para a primeira jornada da segunda volta.
Na próxima jornada o Primeiro de Maio de Quelimane desloca-se para defrontar a Liga Desportiva e o Futebol Clube de Chibuto recebe o HCB de Songo.

desportivoooo.jpg

O Treinador do Desportivo de Maputo, Dário Monteiro afirma que ele e os seus atletas não recebem há dois meses, o que poderá estar a ditar os maus resultados da equipa no Moçambola. Neste Domingo, o Desportivo perdeu frente a ENH de Vilanculos por uma bola sem respostas.

 

maxaqu.jpg

Ferroviário de Nacala vence o Maxaquene por um a zero em jogo da primeira jornada da segunda volta do Moçambola.
O único golo da partida foi apontado aos 87 minutos, por intermédio de Marrufo, golo muito contestado.
Na próxima jornada, o Ferroviário de Nacala joga diante do ENH de Vilankulos e o Maxaquene mede forças com o Ferroviário de Maputo.

futebol.jpeg

No jogo de arranque da décima quarta jornada do Moçambola, Costa do Sol vence Liga Desportiva de Maputo por uma bola a zero e ascende, de forma isolada, ao segundo lugar do Moçambola
O único tento da partida foi apontado pelo jogador Lineker, aos 84 minutos da partida.
Foi apenas a seis minutos dos noventa que o Costa do Sol conseguiu consubstanciar o domínio ao longo da partida, com o golo do ponta de lança que veio do Zesco United da Zâmbia para reforçar o ataque "canarinho"
No único lance em que o defesa Gildo é ultrapassado, o zambiano não perdoou e fez o tento da vitória da equipa do Costa do Sol.
Durante a partida, o Costa do Sol foi a equipa que mais procurou a baliza adversária e, logo aos seis minutos, Eusébio surgiu a evitar que a bola a chegar a cabeça de Lineker que podia criar muito perigo.
Um minuto depois ou seja, na transformação do canto, ficam dúvidas se há uma mão de um defesa da Liga na área mas, Paiva Dias opta por não assinalar qualquer infracção do defensor da equipa de Daudo Faquira.
O Costa do Sol teve a primeira grande oportunidade de golo apenas aos trinta e um minutos quando Ruben, bem servido por Lineker não consegue atirar a contar.
Na segunda, depois da Liga ter entrado bem, o Costa do Sol volta a ter o controlo do jogo e, Jojo tem um falhanço incrível na pequena área, quando chuta para cima da baliza de Acácio. Estavam decorridos onze minutos da etapa complementar.
Os canarinhos, voltam a ter o golo por perto mas, desta vez, os catorze minutos, foi Acácio quem negou o tento a Lineker, efectuando uma excelente defesa a um toque do avançado do Costa do Sol.
Depois disso, o jogo teve alguns momentos pouco agradáveis. Primeiro foi Mahomed Hagi que foi tocado por Lineker e teve de ser assistido fora das quatro linhas..
Como que a não deixar as coisas assim, Mahomed Hagi reentra em jogo é, aos vinte e cinco minutos, agrida Ussama.
Em nenhuma das situações, o árbitro do encontro, Paiva Dias teve qualquer acção disciplinar sobre os infractores.
E, aos trinta e nove minutos surgiu então o golo que deu a festa canarinha na partida.
Mas, temos de recuar um pouco no lance.
Parece terem surgido duas faltas antes, sendo que a acção de Dário Khan sobre Manuelito parece faltosa. Depois de receber um passe de João Mazive, Ruben faz um toque magistral para Lineker desviar de forma subtil para o fundo da baliza de Acácio.
O resultado já estava encontrado para a alegria natural nas hostes canarinhas:
Com este resultado, o Costa do Sol,descola-se do seu adversário, na segunda posição do Moçambola e, na próxima jornada joga em Nampula e defrontar o Ferroviário Local enquanto a Liga recebe o Primeiro de Maio de Quelimane.

nacir.jpg

Mais uma chicotada psicológica no Moçambola. Nacir Armando já não é treinador do Ferroviário de Quelimane.
O clube rescindiu o contrato de trabalho com o técnico por causa de maus resultados alcançados na primeira volta do Moçambola.

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 Seguinte > Final >>
Pág. 1 de 7

Publicidade

SKY
jogos Africanos

Inquérito

João Chissano foi afastado de seleccionador nacional de futebol. Foi devido ao último resultado dos Mambas 0-1, diante do Ruanda?