Desporto

desporto.tvm.co.mz

Desporto

desporto.tvm.co.mz

STJHRJRSJTRTJJR.jpg

Cidadãos moçambicanos congratulam o empenho do Presidente da República na busca da Paz.
Filipe Nyusi foi à Nhamadjuia em Gorongosa, ao encontro de Afonso Dhlakama com quem discutiu a questão da desmilitarização dos homens da Renamo e sua integração nas FADM.
A notícia da deslocação do Presidente da República à Gorongosa é encarada com agrado pelos moçambicanos.
Na cidade de Maputo, a TVM ouviu alguns cidadãos os quais se mostraram radiantes com a informação.
Os nossos entrevistados acreditam que a este andar, Moçambique vai alcançar uma paz efectiva.
Recorde-se que esta é a terceira deslocação do presidente da República à Gorongosa para manter um contacto directo com o líder da Renamo, visando a busca da paz efectiva.

SGHRSTJSHSTHSHSH.jpg

Pelo menos 17 pessoas morreram na madrugada desta segunda-feira, na sequência do desabamento de um monte de resíduos sólidos, nas traseiras da lixeira do Hulene, na Cidade de Maputo.
A tragédia afectou pelo menos 5 casas, do bairro Hulene “B” onde até ao meio da manha de hoje, algumas pessoas ainda eram dadas como desaparecidas.

pmprazo.jpg

PM dá prazo de quinze dias ao governo do distrito do Lago e ao INGC.

Primeiro-ministro dá um prazo de quinze dias para o governo do distrito do Lago e Instituto Nacional de Gestão de Calamidades no Niassa reassentarem definitivamente as famílias desalojadas pelas inundações em locais seguros.

Em causa estão sessenta famílias abrigadas em centro de acolhimento transitório de Messumba, Posto Administrativo de Lunho.

 

made.jpg

Moçambique perde um bilião e quinhentos milhões de meticais por abate ilegal de madeira e líderes comunitários são coniventes.

O Estado moçambicano perde acima de um bilião e quinhentos milhões de Meticais, todos os anos, resultante da persistência do abate ilegalmente da madeira nas províncias de Tete, Zambézia e Sofala.

As perdas resultam, em parte, da conivência dos lideres comunitários entre outros dirigentes que encobertam os furtivos que se fazem às florestas sem obedecer os critérios.

Mesmo depois do anúncio da tolerância zero ao abate ilegal da madeira, os operadores ilegais não respeitam as autoridades moçambicanas e persistem no abate clandestino da madeira, incluído as espécies protegidas.

Os camiões revelam as quantidades da madeira que ainda saem das áreas de conservação florestais. A madeira é cortada ilegalmente, passa por muitos postos de fiscalização e é exportada para China, através dos portos moçambicanos, sem observância dos critérios estabelecidos na lei.

O abate e transporte ilegal da madeira, indiciam a existência de uma organização criminosa que os líderes comunitários, funcionários do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural e figuras influentes, que facilitam a saída de contentores de madeira. 

Este ano, doze funcionários do MITADER, envolvidos no contrabando de madeira, foram identificados e foram constituídos arguidos.

Só para ter ideia, em 2016, o estado arrecadou apenas quinhentos e noventa e nove milhões contra cerca de dois biliões de Meticais registados em 2017 resultantes da operação tronco.

A emissão de guias falsas e a autorização para o abate de espécies protegidas por lei, está na agenda do programa de controlo que este ano será mais renhido.

O Estado contabiliza, desde que arrancou a operação tronco, cerca de Cento e cinquenta mil metros cúbicos de madeira apreendida na sua maioria nos estaleiros e no porto da Beira. Desta madeira foram produzidas cento e quarenta e quatro mil carteiras distribuídas um pouco por todo o país, correspondentes a cerca de trinta por cento do total de alunos da necessidade do país.

ISA.jpg

Empresário doa 4 milhões de meticais para construçao e apetrechamento de escola.

Empresário Pedro Boene investe quatro milhões de meticais na construção e apetrechamento de quatro salas de aula nas escolas primárias do primeiro e segundo graus de Tsoveca e Nhangono no município da Praia do Bilene em Gaza.

As infra-estruturas escolares que beneficiam quatrocentos alunos que estudavam sentados no chão e ao relento, foram entregues a comunidade pela esposa do Presidente da República Isaura Nyusi.

slide_2.jpg

Até segunda-feira mau tempo no sul e centro do país.

O Instituto nacional de Meteorologia, INAM, prevê ocorrência de chuvas moderadas a fortes, podendo atingir trinta `a cinquenta milímetros em vinte e quatro horas, acompanhadas de trovoadas a partir de hoje até amanha, segunda-feira.

O INAM indica ainda que o temporal irá afectar as regiões sul e centro do país, incidindo nas províncias de Gaza, Inhambane, Manica, Sofala, Tete e Zambézia.

O INAM apela a tomada de medidas de precaução e de segurança.

 

BURL.jpg

Impostor extorque cidadãos e instituições em nome da USAID.

Um indivíduo abriu um escritório em nome da USAID e extorquiu dinheiro aos muitos cidadãos em mais de dezassete milhões de meticais com promessas de emprego, arrendamento de casas, aluguer de viaturas, entre outros serviços.

A Embaixada dos Estados Unidos da América em Maputo distancia-se do assunto e alega tratar-se de uma empresa falsa e por via desse comunicado a polícia prendeu em Quelimane o coordenador do projecto indiciado de cometer cinco crimes.

Arrendou uma casa onde funcionam os escritórios, alugou 5 viaturas de luxo e lançou vagas para 5 técnicos de nível médio e superior.

O requisito principal para a admissão na empresa é o pagamento de dez à sessenta mil meticais, em função da posição à que se candidata.

Os candidatos foram aliciados com salários em dólar Americano e acima da média nacional.

Estima-se que duzentos e noventa pessoas tenham concorrido, onze das quais, começaram a trabalhar entre Dezembro e Janeiro e não receberam salário.

Com base neste comunicado, a polícia prendeu o coordenador, acusado de ser o célebre da operação quando participava, quinta – feira, de uma reunião na Cidade de Quelimane em nome da USAID.

Idrisse Mendes desmente as acusações de burla e enquadra o projecto numa outra organização.

hcb.jpg

Hospital Central da Beira já tem Unidade de Hemodiálise.

Inaugurada unidade médica de Hemodiálise no Hospital Central da Beira.

Com a entrada em funcionamento do respectivo serviço os pacientes com patologias relacionadas com a disfunção renal já não precisam se deslocar a cidade d Maputo ou fora do país.

Foram aqui montados dez aparelhos com as respectivas cadeiras, processo que custou um milhão de dólares norte americanos.

Vinte profissionais entre pessoal médico, enfermeiros, técnicos de manutenção e administrativos formados na capital do país vão garantir o atendimento com o auxílio de uma equipa de técnicos vindos do hospital central de Maputo e que trabalha no assunto há dez anos. Rosa Augusto foi a primeira paciente a beneficiar-se dos serviços. A técnica de serviço explica o decurso do processo.

Assim com a entrada em funcionamento destes serviços na Beira, os pacientes que careciam de tratamentos com o referido equipamento já não precisam de se deslocar a cidade de Maputo ou fora do país.

O Vice-ministro da Saúde garante que ainda este ano entrarão em funcionamento mais duas unidades médicas de Hemodiálise nas cidades de Quelimane e Nampula no centro e norte do país.

PMPLANT.jpg

Primeiro-Ministro encoraja os produtores de Macadámia e diversificarem as culturas.

Primeiro-ministro visita campo de plantação de Macadámia no distrito de Chimbunila e encoraja os investidores a apostarem igualmente na produção de culturas alimentares.

Trata-se de um projecto da Empresa Niassa Macadámia, de capitais nacionais.

Duplaaa.jpg

Dupla Tributação prejudica empresariado nacional e retrai investimentos.

Dupla Tributação pode por detrás da fraca expansão da economia de Moçambique.

As empresas sentem se retraídas pois são obrigadas a pagar imposto 2 vezes para um único rendimento.

Os empresários pedem que o país assine acordos com outras nações para evitar esta situação.

Os empresários moçambicanos dizem ter apetência em investir no estrangeiro e apostar ainda mais no comércio internacional.  

Igualmente, há muitos estrangeiros que investem e outros ainda querem investir em Moçambique. Mas há um impasse que deita a baixo essas aspirações: a chamada dupla tributação. Uma situação em que os empresários pagam imposto em dois países pelo mesmo rendimento.

Os acordos entre os países são apontados como solução para este problema. Moçambique já tem 9 acordos celebrados com igual número de países, mas

ainda não é suficiente.

Bruno Silva é consultor convidado neste encontro para uma análise mais aprofundada sobre as implicações da dupla tributação para um país.

Os acordos poderão delimitar as tributações que cada país pode efectuar, estabelecer a medida e percentagem e como é que uma das nações atenua a dupla tributação através de crédito ou isenção de imposto.

 

Pág. 1 de 145

Programas

  • IBom Dia Moçambique

    Bom Dia Moçambique

      Acompanhe a actualidade nacional e internacional nesse programa matinal de informação que entra em sua casa nas primeiras horas do dia. Notícias sobre política, economia, cultura, desporto...

    Readmore

  • ITelejornal

    Telejornal

      Principal serviço noticioso da televisão moçambicana, leva até ao telespectador, notícia actualizada e em primeira mão sobre sociedade, política, economia, desporto e cultura. ...

    Readmore

  • ITVM 37 Anos
  • Bom Dia Moçambique

    Bom Dia Moçambique

  • Telejornal

    Telejornal

  • TVM 37 Anos

    TVM 37 Anos

PROGRAMAÇÃO DE TV

Câmbio do Dia

Moeda Compra Venda
EUR 74.70 76.19
USD 60.20 61.40
ZAR 5.16 5.26
Fonte: BCI, 19 de Fevereiro de 2018

Telefones Úteis

Por provincia

Assista a emissão em directo:

tvm1 smalltvm2 small

Powered by jms multisite for joomla